Olympus Logo
Olympus LogoOlympus Logo
Multimídia
Notas de aplicação
Voltar para Recursos

Exploração de ouro com difração de raios X portátil (pXRD)


Em campo ou em core shed, os geologistas estão restringidos aos minerais que eles podem observar com suas lupas. Devido à natureza da alteração fina que muitas vezes acompanha a mineralização de ouro, as avaliações visualizadas realizadas pelo geólogo são com frequência subjetivas e, com frequência, errados. Frequentemente, é preciso enviar amostras para um laboratório para análise petrográfica. Este procedimento é demorado e caro e, às vezes, não consegue distinguir minerais que têm origens muito diferentes (por exemplo, formados por água no solo ou fluidos mineralizantes). Além disso, a diferenciação de minerais semelhantes em microscópios é extremamente difícil em argilas, carbonatos e sulfetos de grãos finos.


Exploração de ouro com difração de raios X portátil (pXRD)

Os analisadores portáteis por XRD fornece dados mineralógicos, qualitativos e quantitativos quase em tempo real em campo, em plataformas de perfuração ou em oficinas de ouro. As informações provenientes do analisador portátil por XRD são objetivas, e não subjetivas, que levam semanas ou meses para serem obtidas pelos métodos tradicionais.

Com os aparelhos por XRD da Olympus, os geólogos podem tomar decisões rápidas, como:

  • Se se deve abandonar ou aprofundar a perfuração
  • Onde fazer a perfuração
  • Se se deve continuar a mapear a área

Além da alteração de vetorização, a mineralogia quantitativa fornece informações importantes sobre geo-metalurgia e processamento mineral para projetos futuros de minas.

Os aparelhos portáteis por XRD da Olympus utiliza tecnologia patenteada desenvolvida pela missão Mars Science Laboratories (MSL). Eles são equipados com dispositivos de cargas acopladas (CCD) para coletar, simultaneamente, dados qualitativos de difração e fluorescência de raios X

As vantagens do analisador portátil por XRD da Olympus possuem:

  • Amostra pequena – só é preciso 15 mg de material
  • Preparação simplificada da amostra – não precisa de técnico qualificado
  • Tempo de aquisição rápido – obtém resultados em poucos minutos
  • Portabilidade – opera com bateria, design robusto sem peças móveis
  • Aparelho autônomo – sem necessidade de arrefecimento por água ou grande fonte de alimentação externa.
  • Nenhuma exigência de manutenção contínua – permite que o XRD seja operado regularmente sem tempo de inatividade

Exploração de ouro com difração de raios X portátil (pXRD)

Figura 1. Modelo de alteração através de um depósito de ouro epitermais. A alteração de fácies foram desenvolvidas e mapeadas usando dados de mineralogia quantitativa derivadas dos aparelhos portáteis por XRD da Olympus.

Os analisadores portáteis por XRD da Olympus possibilitam, convenientemente, a realização de mineralogia quantitativa in situ, sem a exigência de procedimentos complicados para preparação da amostra. Para ilustrar a capacidade da mineralogia quantitativa dos produtos por XRD da Olympus, foram feitas comparações com grandes aparelhos de XRD convencionais de laboratórios (4 kW) [figura 2]. Os resultados mostram uma sólida correspondência entre a unidade de XRD laboratorial e o sistema de XRD portátil da Olympus.

Exploração de ouro com difração de raios X portátil (pXRD)

Figura 2. Excelente correlação entre as porcentagens de minerais deduzidas através do XRD realizado em um aparelho de XRD laboratorial (4 kW – eixo x) e o analisador portátil por XRD da Olympus; análise com duração de 20 minutos (Burkett et all. 2015).

Tabela 1. Resultados de XRD quantitativo de uma aparelho de laboratório de 4 kW e o XRD portátil da Olympus em coletas com durações variáveis.
Condições de teste
Mineral XRD realizado em laboratório pXRD - 40 min. pXRD - 20 min. pXRD - 10 min. pXRD - 5 min.
Pirita 0,8 0,8 0,1 0,0 0,0
Calcita 6,1 5,4 7,1 8,1 8,4
Adulária 12,7 12,0 13,7 13,1 13,0
Albita 44,6 43,4 46,6 45,6 44,4
Moscovita 4,2 6,9 6,3 6,0 7,3
Clorito 18,1 18,1 14,2 15,5 15,5
Quartzo 13,5 13,5 12,1 11,6 11,4

Várias durações de coleta de dados também foram estudadas para avaliar o desempenho dos analisadores por XRF da Olympus assim com a comparação de dados com uma unidade laboratorial. Difractogramas de uma amostra com durações diferentes de teste são exibidos na figura 3. A figura 4 na tabela 1 resume os resultados quantitativos em tempos de coleta de dados e mostra claramente resultados consistentes entre os dois aparelhos (mesmo com tempo de execução de 5 minutos).

Exploração de ouro com difração de raios X portátil (pXRD)

Figura 3. Vestígios de XRD obtidos a partir de um aparelho de XRD de 4 W baseados em uma análise laboratorial e no analisador portátil por XRD da Olympus coletados em várias ocasiões (Burkett et al. 2015).Exploração de ouro com difração de raios X portátil (pXRD)

Figura 4. Comparações entre porcentagens de minerais inferidos pelos vestígios do XRD na figura 3. Observe a excelente relação entre as análises do analisador portátil por XRD da Olympus e aparelhos de laboratórios, mesmos em curtos períodos de tempo.

Olympus IMS

Products used for this application


Sistema de bancada BTX de XRD

O sistema de bancada BTX de XRD é rápido, barato e compacto, e realiza um rastreamento rápido de XRD para Ca e U, além de identificar os componentes (maiores, menores e traços). Sua técnica exclusiva de preparação de amostra e sua câmara (para amostras) permite uma rápida análise, e seu desempenho rivaliza com os caros aparelhos de labaratório.

Sistema portátil por XRD TERRA

O sistema portátil por XRD TERRA é altamente performante. Ele funciona com bateria, possui uma câmara portátil de feixes vedados para XRD, provê identificação completa dos componentes com um rastreamento veloz por XRF dos elementos Ca – U. Sua técnica exclusiva de preparação de amostra e sua câmara (para amostras) permite uma rápida análise em campo.
Sorry, this page is not available in your country