Olympus Logo
Olympus LogoOlympus Logo
Multimídia
Notas de aplicação
Voltar para Recursos

ECA Surface Crack Detection


A Olympus conduz a tecnologia de correntes parasitas para territórios ainda não desbravados pela indústria aeroespacial, com uma solução inovadora para inspeção de detecção de fissuras em juntas e emendas. As estruturas dos aviões possuem miliares de rebites, então assegurar a integridade deles pode ser um processo árduo. As técnicas convencionais de inspeção, normalmente, são muito demoradas e a probabilidade de detecção depende muito da habilidade do operador. No entanto, há mais de uma década a tecnologia tem-se mantido relativamente estagnada... bom, até agora.

A utilização de correntes parasitas reduz consideravelmente o tempo de inspeção e a probabilidade de detecção é muito maior. Esta solução não só reduz a quantidade de horas e pessoas trabalhando, simplificando o processo e reduzindo a probabilidade de erro.

Características

  • Economia de tempo: até dez vezes mais rápido que as inspeções com sonda EC tipo caneta, e até 15 vezes mais rápido que as inspeções PT.
  • Evita a remoção da pintura; processo mais ágil e rápido.
  • O posicionamento da sonda não é tão crítico como para as sondas tipo caneta e deslizantes.
  • Detecção omnidirecional.
  • Grande reprodutibilidade.
  • Já faz parte dos processos de inspeção da Boeing (757 peça 6 53-30-12).
  • Imagem intuitiva e fácil de ler.
  • Registro de dados para relatórios profissionais.
  • Substitui a imagem opto-magnética (MOI).

Rastreamento de alta resolução

A sonda ECA recomendada, a SBBR-026-300-032, é de 26 mm (1 pol.). ampla e possui 32 elementos dispostos em duas fileiras. Este configuração oferece melhor resolução e imagens nítidas que é indicado para rastreamento de alta resolução. Seus elementos pequenos (1,6 mm de diâmetro) e a alta frequência (80 a 100 kHz) permite aos operadores detectarem fissuras bem pequenas. Ele também pode ser usado para rastrear através de revestimentos finos, incluindo espessuras padrão de pintura. A orientação da fissura é irrelevante para esta sonda, pois sua inspeção é omnidirecional. O rastreamento também é eficaz para rebites ferromagnéticos.

Sonde_CFA_SBBR026_05.psd

Kit da sonda SBBR026-ENC

Rastreamento em revestimentos espessos

Outra sonda disponível pode rastrear rebites através de revestimentos não condutores espessos: a SEB-064-005-032. Apesar de não ter a mesma resolução da sonda SBBR-026-300-032, sua variação de baixa frequência (de 0,5 a 50 kHz) e seus elementos maiores podem rastrear revestimentos mais espessos e não condutores como, pintura, adesivos e borrachas. Devido à sua cobertura ampla (64 mm), duas fileiras de rebites podem ser rastreados simultaneamente. E as fissuras não precisam ser orientadas para uma direção específica,pois esta sonda também é omnidirecional.

Imagens intuitivas

Amostra com sulco EDM

C-scan

Performance para diferentes comprimentos de sulco

OS_ECA_Rivetcrack_12_Alu_1.5mm.psd

1,5 mm
rebite de alumínio

OS_ECA_Rivetcrack_18_Alu_2.5mm.psd

2,5 mm
rebite de alumínio

OS_ECA_Rivetcrack_13_Alu_4mm.psd

4 mm
rebite de alumínio

OS_ECA_Rivetcrack_16_Fero_4mm.psd

4 mm
rebite ferromagnético

Detecção omnidirecional

OS_ECA_Rivetcrack_23B.psd

OS_ECA_Rivetcrack_22.psd

Sem revestimento

OS_ECA_Rivetcrack_22.psd

2,5 mm de revestimento não condutor

Sonde_CFA_SAB064_04.psd

Kit da sonda SBBR064-ENC

Olympus IMS

Products used for this application


OmniScan MX ECA/ECT

Projetado para inspeções por correntes de Foucault. A configuração para testes inclui 32 bobinas sensoriais (até 64 com um multiplexador externo) que trabalham em ponto ou em modo emissão-recepção. A extensão de frequências de funcionamento varia entre 20 Hz e 6 MHz, com opção de usar frequências múltiplas em uma mesma aquisição.
Sorry, this page is not available in your country

Let us know what you're looking for by filling out the form below.